Phydias – Renata Pudo

Spread the love

phydias 
O Phydias é um aparelho de eletroestimulação microcomputadorizado com 8 canais, possibilitando trabalhar grandes grupos musculares ao mesmo tempo. Promove o fortalecimento muscular, delineando o corpo e melhorando o aspecto de flacidez.
Trabalha direto a fibra muscular, modela e define partes do corpo como abdome, glúteo, pernas, braços e reduz a flacidez corporal
Aumento da força muscular, altamente eficaz para pneus, braços e abdome. glúteo, coxas. Power vibração direcionada sem risco de lesões nos joelhos ou articulações.
A evolução da estimulação elétrica
A estimulação de tecidos através da corrente elétrica é quase tão antiga quanto a descoberta da eletricidade. Na verdade existem relatos da utilização de enguias elétricas pelos egípcios e também na antiga Roma.
Entretanto, apenas no século XX, com o advento da eletrônica, houve possibilidade de manipulação precisa das correntes elétricas e o consequente interesse em melhores investigações e pesquisas. Neste sentido, em meados do século passado, desenvolveram-se técnicas e equipamentos para estimulação elétrica de músculos denervados e mais tarde para músculos sadios. Essa área recebeu grandes reforços com o advento da era espacial e a consequente necessidade de recuperar a musculatura de astronautas, submetidos a longos períodos de ausência gravitacional. Nasce assim a chamada Corrente Russa (2500Hz modulado em 50Hz com 50% de ciclo ativo), proposta e utilizada pelo Dr. Yakov Kotz , professor de educação física, responsável pelo treinamento de astronautas russos. Desde então, maiores investigações sobre a chamada Corrente Russa, levaram os pesquisadores a aperfeiçoar essa corrente, tendo em vista que era utilizada em pessoas jovens, saudáveis e bem treinadas e também a luz de maiores informações obtidas graças ao avanço da fisiologia e da eletrofisiologia.
Essas modificações deram origem ao que se chama hoje de eletroestimulação neuromuscular (NMES), aplicada a musculaturas íntegras do ponto de vista neuromuscular, porém com deficiências de tônus e trofismo, bem como de sistemas neuromusculares perfeitos, como é o caso de atletas.
Assim não mais se trabalha com a Corrente Russa de Kots mas sim com uma família de correntes cuja forma, frequência, modulação e ciclo útil são variados de forma a melhor atender a cada caso específico (estimulação eutrófica).
… uma solução com características exclusivas …

  • · maior potência de contração
  • · não causa irritação ou queimadura cutânea
  • · utiliza qualquer tipo de eletrodo
  • · seguro em aplicações de alta intensidade
  • · estimulação seletiva ou global (eutrófica)

… Resultados práticos, rápidos por não possuir limitações de tempo de aplicação …
Grandes músculos não são fáceis de se estimular. Neste sentido desenvolvemos um projeto de características únicas, capazes de promover contrações potentes (como pode-se ver na imagem aoo lado) com o mínimo desconforto, pois embora baseadas nos conceitos da Corrente Russa de Kots, houve sensível mudança de sub-frequências, formas de pulso e tempos de ataque e estímulo, visando a criação de uma família de correntes excitomotoras bem como padrões mais complexos, de modo a adaptar o melhor tratamento para cada tipo ou estágio da musculatura (Rutherford ou Eutrófico).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *